Monday, 29 September 2008 21:00

Movimentos sociais no ensino formal, numa abordagem geográfica: o caso dos alunos do 3º ano do Centro de Ensino Médio Féliz Camô | Núcleo de Estudos Urbanos, Regionais e Agrários

Written by
Rate this item
(0 votes)

Por: Patrícia Rocha Chaves e Elizeu Ribeiro Lira

Este artigo trata do exercício da prática de geografia em sala de aula, no Centro de Ensino Médio Cem Félix Camôa, percebemos que temas atuais como, o estudo dos movimentos sociais, nem ao menos permeiam as discussões na aula de geografia. Enquanto no Estado do Tocantins e especificamente em Porto Nacional, foi presenciada a territorialização dos movimentos sociais, principalmente os de maiores repercussão como o MAB (Movimento de Atingidos por Barragens) e o MST (Movimento Sem Terra). Os alunos do referido colégio não são levados a debater as questões relevantes aos movimentos sociais e por outro lado, os professores apresentam uma enorme dificuldade em lidar com o tema. Nesse artigo, nos propusemos a pesquisar esse tema no Centro de Ensino Médio Cem Félix Camôa, a fim de identificar o problema da ausência dos conteúdos sobre movimentos sociais na sala de aula, propondo apresentar os resultados da pesquisa junto aos professores de geografia, da rede de ensino público, do município de Porto Nacional.

Palavras-chave: Ensino de Geografia, Movimentos sociais, Cidadania, Sócioterritorialização, Sócioespacialização.

Clique e confira o artigo na íntegra.

Read 335 times Last modified on Saturday, 30 May 2015 13:53

Apoio